Skip to content

Mil? Devem ser 500 para cada um…

31/10/2016

Mil anos de história marcada por conflitos entre católicos e luteranos

 

Há títulos assassinos, parvos, inadequados, o que quer que seja, não há?
Vá lá que a “marcação” não é sobre os mil anos, é só sobre a história (assim mesmo, em minúscula).

Menos do mesmo

28/10/2016

Com a tão publicitada redução da “taxa de redução (1) remuneratória”, tive o contrário de redução (2) no vencimento ilíquido deste mês, de 10 euros. Sendo que recebi 3 euros e umas moedas pretas a mais (outra não redução(3)) e descontei quase sete euros a mais (outra não redução(4)).
Ou seja, ao tentarem devolver o que retiraram “provisoriamente” ao longo dos últimos anos, ficaram com quase 70% do que devia ser meu.

O país está reduzido a estes matemáticos de esquina, nobelizados da redução (5).

Da falsa idade

20/10/2016

Entre amigos e inimigos lembra-te que os últimos são os mais verdadeiros…

Dose dupla

11/10/2016

 

À falta de assunto melhor

07/10/2016

Presidente da ANTRAL: “Na Uber há assassinatos. Nos taxistas, que eu saiba, não…”

Parece que os taxistas querem livrar-se da credibilidade (relativa) que construíram ao longo dos anos, com disparates como este acima ou o reforço do esbulho nas épocas altas do Verão e Natal.
Continuem assim, que só em desespero terão alguma utilidade…

‘s about time

23/09/2016

Ainda já?

04/09/2016

O tempo é psicológico… e adverbial…