Skip to content

Interinamente

20/04/2016

Parece que tem facilidade em apontar o dedo a políticos e banqueiros (só vi alguns títulos),  mas maravilha qualquer um ao mostrar como está à vontade na sua área de especialização (da língua materna nem é bom falar), a economia:

«um vírgula cento e treuze euros (…) um euro e cento e treuze cêntimos…».

Foi esta segunda-feira, no 18-20 da RTP3. Depois admirem-se de o país estar como está…

Hesito

17/04/2016

entre considerar que o canal Eurosport (que trata muito mal os desportos motorizados) tem comentadores pagantes ou então que os obriga a comentar as corridas de olhos vendados.

WTCC, hoje, 2 corridas, um universo de disparates…
Eu dou uma mãozinha: se não der para distinguir o número do carro ou o nome do piloto (em tamanho xl1) no pára-brisas e no vidro da porta, as marcas têm um truque: o Monteiro tem os espelhos retrovisores vermelhos, os do Huff são verdes. Já na Citroën, os do Lopez são azuis e os do Muller vermelhos, está bem? É que insistir no disparate ao longo de tantos minutos, cansa.

De nada!

Quando o título da pasta desaparece, o ministro torna-se redundante, não é?

11/03/2016

(ou mais uma vinda da superioridade moral dos do costume)

– Portugueses, pá! Precisamos de patriotas. Não comprem combustíveis em Espanha, não poupem dinheiro, não paguem menos impostos lá fora. Não sejais piegas egoístas como nós.

 

 

(Se não tivesse ouvido, não acreditaria)

11/03/2016

Viva el-Rei!

Volte-fast

27/02/2016

Deve ser o oposto de “inversão lenta”…

20/02/2016

Nunca gostei de cenouras na ponta de um pau

Era tão antiga…

02/02/2016

mas tão antiga, que para se descortinar a idade se usou carbono XIV.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.