Skip to content

Uma luta justa

04/01/2009

Sou um soldado nas guerras da eternidade
Nem uma foto de família na minha carteira
Não tenho identificação, nem cartões de crédito, não existo.
Nunca existi, nunca existi!

Criado em selvas, rapidamente aprendi a ler as árvores
Escolarizado nos desertos, caminho sobre areias movediças
Sombras neutras, sou invisível sob uma cama de folhas
Aguardo a chamada em frequência aberta para uma luta justa.

Eu quero uma luta justa, uma luta justa!

O meu sangue é de gelo, as temperaturas sobem
A minha alma é um glaciar, eu avanço sozinho
Um progresso peregrino num mundo de sombras
Aprendi a sentar-me em silêncio com os meus sons.

Eu quero uma luta justa, uma luta justa!

Cansado de perder, eu seria rebaixado
Quero devolver os golpes, ripostar
Quero golpear, quero esfaquear
Eu só quero vingar-me deste mundo.

Um dia, eu quero um campo de batalha sem favoritos
Só quero ver o mundo,
Combater o mundo nas minhas condições.
(Só por esta vez) Quero ripostar!

O meu sangue é de gelo, as temperaturas sobem
A minha alma é um glaciar, eu avanço sozinho, eu avanço sozinho
Sozinho, sozinho.

Derek Dick (Fish), 13th Star, 2008

2 comentários leave one →
  1. 04/01/2009 11:42 pm

    Hmmm… e quem faz jogo limpo?…

    • 05/01/2009 10:07 pm

      O… Sun Tzu?😆

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: